quinta-feira, 23 de julho de 2015

"Closer - Perto Demais" retrata o jogo de sedução entre casais e as dificuldades da separação


Relacionamento amoroso é algo inerente do ser humano, as pessoas se conhecem, sentem-se atraídas um pelo outro, apaixonam-se, criam laços afetivos e na maioria dos casos oficializam com o ato institucional do casamento. Cada casal desenvolve a sua fórmula para o convivo diário e as realizações de sonhos conjuntos. No entanto a jornada amorosa não é feita de um mar de rosas, pelo contrário exige de cada um a superação de traumas, medos, tentações e frustrações. O filme de 2004 "Closer - Perto Demais" do diretor americano Mike Nichols (Primeira noite de um homem; Quem tem medo de Virginia Woolf?) retrata através da história de dois casais, o universo das relações amorosas com seus altos e baixos e principalmente o jogo de sedução ao qual cada um se predispõe a vivenciar.

A narrativa começa com o flerte casual da jovem americana Alice (Natalie Portman) com o jornalista inglês Dan (Jude Law) nas ruas de Londres, a troca de olhares dos dois resulta com o atropelamento de Alice por não prestar atenção as diferenças de sinalizações entre Estados Unidos e Inglaterra. Ao som da melodia "Blower's Daughter" de Damien Rice, a imagem mostra o encontro de duas pessoas desconhecidas e a possível atração nutrida por ambos. A jovem ao despertar do desmaio diz à Dan "Hello stranger", essa sentença já perpassa a ideia do filme em questionar como cada parceiro é um tanto quanto estranho para o outro mesmo quando acreditam ter intimidade.

O filme na sequencia pula para outra cena com Dan sendo fotografado por Anna (Julia Roberts) para capa de seu livro baseado nas histórias de sua namorada Alice como striptease. Nesse momento entende-se que Dan e Alice formam um casal, porém o jornalista tenta seduzir Anna por acreditar estar apaixonado por ela. Esse jogo de sedução de Dan e Anna resulta num beijo e também na descoberta de Alice quando vai ao apartamento para encontrar-se com o namorado.

Novamente há um salto na narrativa e tem-se a apresentação do quarto personagem, o médico Larry (Clive Owen), ao ter caído em uma brincadeira online de Dan, encontra-se por acaso com Anna em um aquário e os dois após discutirem o mal entendido, são afetados pelo amor e estabelecem uma união. A partir do encontro dos quatro na vernissage de Anna, os casais são expostos à atração e desejo pelo outro e a fidelidade é colocada em teste. Dan sente-se atraído por Anna, porém não quer abandonar Alice. Anna casa-se com Larry sem conseguir tirar Dan de sua cabeça. Alice entrega-se por completo ao amor de Dan, contudo sente um certo distanciamento dele. E por último Larry apaixonado por Anna e ao mesmo tempo um observador dos comportamentos humanos. Uma mistura de emoções, medos, inseguranças e desejos sexuais que norteiam a jornada desses casais. 

"Closer - Perto Demais" baseada em uma peça teatral de Patrick Marber que assina o roteiro, trás em pauta através de diálogos afinados, questões sobre: o que é amor? Até que ponto uma pessoa consegue resistir à tentação antes de cometer um ato de infidelidade? Como o ser humano tem seus pontos fracos e suscetíveis ao vício. E quão complicado e dolorido é a separação amorosa.

Mike Nichols nessa adaptação teatral para o cinema conta com um time de estrelas de Hollywood, com ótimas interpretações de Natalie Portman e Clive Owen, ambos indicados ao Oscar de Melhor Atriz e Ator Coadjuvante. Ele com toda sua experiência conduz de forma concisa a narrativa, enfatiza as fragilidades humanas e as dificuldades de superação de um rompimento. O filme com certeza é a visualização de uma forma elegante das relações amorosas, porém sem o lado romântico e açucarado, e sim cruel, frio e doloroso.
CineBlissEK



Curiosidades: 
  • Clive Owen interpretou o papel de Dan nos teatros londrinos;
  • Natalie Portman precisou ter aulas de pole dance para interpretar Alice;

Ficha Técnica: 

Closer - Perto Demais (Closer)
2004, Estados Unidos/Reino Unido/Irlanda do Norte
Direção: Mike Nichols 
Roteiro: Patrick Marber
Produção: Cary Brokaw, John Calley, Mike Nichols, Robert Fox, Scott Rudin
Fotografia: Stephen Goldblatt
Elenco: Clive Owen, Jude Law, Julia Roberts, Natalie Portman,  

Nenhum comentário:

Postar um comentário