quarta-feira, 10 de outubro de 2018

CineBliss marca presença na coletiva de imprensa de lançamento da 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo


O blog CineBliss participou no último sábado (06) da coletiva de imprensa de lançamento da 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre os dias 18 a 31 de outubro, na capital paulista em mais de 30 espaços, entre cinemas, museus e locais culturais. A coletiva contou com a participação da organizadora do evento Renata de Almeida, do Secretário Municipal de Cultura de São Paulo André Sturm, da Gerente de Ação Cultural do Sesc Rosana Paulo da Cunha, dos representante da Petrobras Rodrigo Diullas, do Itáu Claudiney Ferreira, da CPFL Mario Mazzilli e do Diretor-presidente da Spcine Mauricio Andrade de Ramos

Durante a coletiva de imprensa foram destacados os filmes "A favorita", de Yorgos Lanthimos, vencedor do Grande Prêmio Especial do Júri, selecionado para abrir o evento no dia 17 de outubro, em sessão para convidados no Auditório Ibirapuera; o título mexicano "Roma", de Alfonso Cuáron, que logrou o troféu Leão de Ouro no Festival de Veneza e encerra a programação no dia 31 de outubro. Outros destaques da seleção de títulos da 42ª Mostra são para: "Não me toque", da romena Adina Pintilie vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim, o cingapuriano "Uma terra imaginada", de Siew Hua Yeo, que logrou o Leopardo de Ouro no Festival de Locarno, "A casa que Jack construiu", de Lars von Trier, o brasileiro "O grande circo místico", de Cacá Diegues, o polonês "Guerra Fria", de Pawel Pawlikowski, o sul-coreano "Em chamas", de Chang-Dong Lee, o libanês "Capernaum", de Nadine Labaki, o dinamarquês "Culpa", de Gustav Moller, "Infiltrado na Klan", do americano Spike Lee, entre outros.

O prêmio Leon Cakoff desta edição é para o cineasta iraniano Jafar Panahi, cuja obra recente "3 faces", vencedor de Melhor Roteiro no Festival de Cannes, integra a programação. Já o Prêmio Humanidade homenageará duas pessoas: o cineasta japonês Hirokazu Kore-eda, que também terá seu novo trabalho "Assunto de família" vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes este ano, compondo a seleção de títulos, e, ao brasileiro Drauzio Varella - não cineasta, mas um produtor de imagens - que participará  da mesa Da Vida à Palavra; Da Palavra à Imagem, no II Fórum Mostra. O centenário do líder sul-africano Nelson Mandela será celebrada com a exibição de quatro títulos, entre eles o inédito "O estado contra Mandela e os outros", de Gilles Porte e Nicolas Champeaux.

A 42ª Mostra ainda vai apresentar várias sessões especiais entre elas, os 20 anos de "Central do Brasil", de Walter Salles que contará com a participação do diretor e elenco principal; "O bandido da luz vermelha", de Rogério Sganzerla, e, "O bravo guerreiro", de Gustavo Dahl, ambos com seus 50 anos de lançamento, além de "Feliz Ano Velho", de Roberto Gervitz que completa 30 anos. 

As produções da América Latina também farão parte do evento com 30 títulos selecionados, incluindo dois filmes do premiado cineasta argentino Fernando Solanas com "La hora de Los Hornos" e o inédito "Viaje a los pueblos fumigados. Para conferir a programação completa da 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo é só acessar o site: 42Mostra
CineBliss




Nenhum comentário:

Postar um comentário