segunda-feira, 3 de novembro de 2014

A busca por si próprio é o nutriente para a jornada de "Comer, rezar e amar"


"Todo mundo tem na sua jornada, um momento na vida quando precisa redefinir quem você é e o que está buscando", declara Julia Roberts sobre o filme "Comer rezar amar"

O indivíduo, em sua jornada busca por condições estabelecidas pela sociedade e acredita que quando atinge o grau invejado por muitos chegou ao ápice, contudo para alguns a sensação de vazio se apodera da mente e do corpo gerando perguntas sobre o caminho percorrido. Nesse momento o indivíduo volta sua atenção para sua alma e começa a buscar não lugares ou posições sociais, mas a si próprio. Essa forma de tentar ver a vida é considerada para Carl G. Jung fundador da psicologia analítica, como a maior aventura do ser humano, buscar a si mesmo.

Em "Comer Rezar Amar" a personagem Liz Gilbert (Julia Roberts) encontra-se num casamento perfeito, bem sucedida profissionalmente como jornalista, a casa dos sonhos, mas não está feliz, algo falta em sua vida. Como alternativa para mudar essa realidade pede o divórcio para o marido Steven (Billy Crudup) para em seguida estar em outro relacionamento com o ator David (James Franco), porém o vazio de sua alma não é satisfeito pelos relacionamentos. Dessa forma ela decide viajar para três países Itália, Índia e Bali para buscar algo que nem ela mesmo sabe o quê é, mas simplesmente se deixa levar para esses lugares.

Na Itália é conquistada pelas delícias culinárias e a forma como a cultura local aprecia os momentos de lazer, sua passagem por Roma é regada a belas paisagens, pratos da comida italiana apetitosos e um alto grau de clichês. Já na Índia sua busca espiritual confronta-se com bilhares de pensamentos borbulhando em sua mente sobre seus relacionamentos, hospeda-se em um ashram hindu para praticar meditação e conta com a ajuda do americano Richard (Richard Jenkins) para conseguir esvaziar sua cabeça de tantos pensamentos. Finalmente em Bali entra em sintonia consigo própria encontra o equilíbrio guiada pelo guru Ketut (Hadi Subiyanto) e consequentemente se depara com um novo amor ao lado do brasileiro Felipe (Javier Barbem) que arranha um português misturado com espanhol. A parte final do filme é ao som de várias músicas brasileiras o que não deixa de transparecer os estereótipos criados do Brasil no exterior.

O filme baseado no best-seller autobiográfico da jornalista Elizabeth Gilbert traz paisagens de tirar o fôlego e só, a narração mais se parece com um programa de televisão voltada para turismo misturado com autoajuda. Faltou uma maior profundidade de um tema tão complexo que é a transformação pela qual a personagem de Liz passa nos 140 minutos de filme, ela sai do aceitável pela sociedade, de sua zona de conforto para confrontar consigo própria.

A heroína como qualquer outra pessoa viu sua vida regada a condições preestabelecidas pela sociedade, mas que para ela não servia como sua jornada, ela precisava de mais, tinha fome de mais. Todo ser humano em algum momento de sua vida sente esse apetite, essa ânsia de ir em busca de si mesmo, contudo poucos são os que se aventuram nessa jornada, pois o caminho além de ser criticado por amigos e familiares é completamente incerto, mas como disse Joseph Campbell o que conta é a beleza da jornada.
CineBlissEK



Curiosidades:

  • O filme é baseado no livro homônimo da jornalista Elizabeth Gilbert que vendeu mais de 6,2 milhões de cópias e foi traduzido para 40 idiomas
  • Durante as filmagens na Índia a atriz Julia Roberts encantou-se com o hinduísmo tornando-se uma praticante

Ficha Técnica:

Comer Rezar Amar (Eat pray love)
2010, Estados Unidos
Direção: Ryan Murphy
Roteiro: Jennifer Salt, Ryan Murphy
Produção: Brad Pitt, Dede Gardner
Fotografia: Robert Richardson
Elenco:  Julia Roberts, Javier Bardem, James Franco, Richard Jenkins, Billy Crudup, Viola Davis

Nenhum comentário:

Postar um comentário