segunda-feira, 11 de junho de 2018

7.ª Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba | CineBliss confere dois filmes do realizador francês Jean Rouch, na Mostra Olhar Retrospectivo


O blog CineBliss teve o privilégio de conferir na 7.ª edição do Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba o trabalho de dois diretores importantes para a história do cinema, o francês Jean Rouch (1917 - 2004) e o senegalês Djibril Diop Mambéty (1945 - 1998), na Mostra Olhar Retrospectivo. Os dois realizadores com formas distintas de fazer cinema, foram selecionados pelos programadores com a intenção de produzir um diálogo entre eles identificando possíveis semelhanças e revelando suas particularidades em criar cinema.

Jean Rouch, com seus mais de cinquenta anos de carreira produziu por volta de 100 títulos, a Mostra Olhar Retrospectivo selecionou um recorte de oito cópias restauradas lançadas no ano passado em homenagem ao centenário do diretor e, o CineBliss teve a oportunidade de assistir duas delas: “A pirâmide humana” (1961) e “Jaguar” (1967). 

O primeiro título, uma ficção ambientada em Abidjan Lyceum, na Costa do Marfim, expõe um grupo de estudantes - brancos e negros - em suas reflexões sobre relacionamentos inter raciais. Partindo da chegada da jovem estudante francesa Nadine, o filme apresenta discussões acaloradas destes estudantes que interpretam a si mesmos sobre o convívio entre si, a abertura para ter contato com o outro e a possibilidade de juntarem os dois grupos. Além do debate racial, há também as descobertas afetivas, a amizade e a aceitação do outro. O filme é um recorte tanto da visão dos colonizadores “nós não nos misturamos com eles”, quanto dos colonizados com seus sonhos e suas culturas.

Para quem ainda não assistiu, hoje (11) tem a última sessão no Cineplex 5, às 18h45.



Já em “Jaguar”, o diretor Jean Rouch parte da jornada de três jovens negros que decidem deixar a terra natal de Níger  e aventurar- se em Gana em busca de prosperidade. Narrado em estilo documental, a câmera acompanha de perto a trajetória dos três por um território selvagem embriagado de natureza e costumes locais até a chegada ao destino. Dali em diante, cada um dos jovens seguem diferentes caminhos em busca de suas realizações, sendo mostrados separadamente pela câmera de Rouch. O estilo road movie, conta com a narração em voz off  tanto do diretor quanto dos intérpretes que gravaram seus diálogos anos mais tarde.

Ainda dá tempo de conferir o documentário na sessão de quarta-feira (13), às 21h00, no Cineplex 4.


A 7.ª edição do Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba acontece até o dia 14 de junho. Para maiores informações acesse: Olhar de Cinema . Não deixem de acompanhar tudo o que rola no Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba através das redes sociais: Instagram @macknight_travel_movie; Twitter @cineblissek; Facebook cineblissek.
CineBliss

Nenhum comentário:

Postar um comentário