quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

"La La Land - Cantando estações" encanta os corações de apaixonados, sonhadores e crentes na magia do cinema


Com 14 indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme, Roteiro Original, Diretor, Ator e Atriz, o filme "La la land: Cantando estações" (2016), do jovem diretor Damien Chazelle (Whiplash: Em busca da perfeição), é a sensação desse começo de 2017.  O longa metragem,  que já logrou 7 estatuetas do Globo de Ouro, nas categorias Melhor Filme, Melhor Ator e Melhor Atriz, todos no quesito Comédia/Musical, brinda o espectador com uma narrativa nostálgica dos musicais e do jazz, embalada pelo romance de dois sonhadores, Mia (Emma Stone) e Sebastian (Ryan Gosling).

Nessa jornada de musicalidade, magia e determinação, o cenário é a ensolarada Los Angeles, com todos os atrativos turísticos, menos o tráfego. Justamente, no congestionamento de carros que o filme desperta com uma apresentação musical, indicando o ritmo e colorido da narrativa. Ali, encontra-se a aspirante à atriz Mia, que divide seu tempo entre audições e o trabalho como barista, num café localizado dentro de um grande estúdio. Sua trajetória, esbarra em encontros inesperadas com Sebastian, um pianista de jazz que sonha em ter seu próprio clube.

À partir da arte dos encontros ao acaso, Mia e Sebastian, dão asas ao amor romântico de duas liberdades entrelaçadas, sem deixarem de acreditar em seus respectivos sonhos individuais. Com o apoio um do outro, eles partem em busca de colocar em prática seus objetivos, mesmo que certas escolhas possam interferir na fluidez do relacionamento.

Com várias referências aos musicais do passado, incluindo "Cantando na chuva" (1952), "La la land: Cantando estações" embala com uma trilha sonora marcante, não só pelas canções criativas e românticas, que contagia os ouvidos de cada espectador, mas também, nos sons intensos e nas buzinas de carros, o que torna-se numa marca registrada de Sebastian. Para incrementar a parte técnica, a fotografia apresenta um visual estonteante com uma paleta de cores vivas e vibrantes, assim como, uma tonalidade mais escurecida para cenas nos clubes de jazz.

O casal de atores Emma Stone e Ryan Gosling - atuam juntos pela terceira vez -, estabelecem uma química afetiva de alto nível, cujo resultado é de extrema vivacidade para os personagens. Não é à toa, que ambos estão na corrida para o Oscar. Merecidamente, o filme segue para conquistar diversas estatuetas na premiação no dia 26 de fevereiro, assim como a consagração do diretor/roteirista Damien Chazelle - de apenas 32 anos de idade - , que através desse romance/musical/comédia, abre espaço para milhares de pessoas em todo mundo, nutrirem seus corações de fantasia, afetividade e coragem. Não deixem de conferir!
CineBlissEK



Ficha técnica: 

La la land: Cantando estações (La la land)
2016, Estados Unidos
Direção: Damien Chazelle
Roteiro: Damien Chazelle
Produção: Fred Berger, Gary Gilbert, Jordan Horowitz, Marc Platt
Fotografia: Linus Sandgren
Montador: Tom Cross
Elenco: Ryan Gosling, Emma Stone, J.K. Simmons, John Legend

Nenhum comentário:

Postar um comentário