quinta-feira, 14 de março de 2019

"Um amor inesperado" contempla o apetite de um casal recém-separados em buscar novas aventuras


O galã argentino Ricardo Darín, retorna as telas de cinema a partir de hoje com a estreia de seu mais recente filme "Um amor inesperado" (2018), do diretor Juan Vera. Na comédia romântica, o ator dá vida a Marcos, um professor casado há mais de 20 anos com Ana (Mercedes Móran). Após a saída do filho de casa para morar em outro país, os dois se deparam com a experiência do ninho vazio, da monotonia do casamento e da falta de desejo. Para solucionarem a situação decidem se separar amigavelmente e, dessa forma, cada um seguir seu caminho. Tanto Marcos quanto Ana embarcam em vivenciar inusitadas aventuras como baladas, aulas de dança, utilização do aplicativo Tinder, sexo casual e entre outros. 

Com protagonistas com mais de 60 anos de idade que demonstram estarem em plena forma física e com apetite para buscar novos desafios, a narrativa proporciona um olhar divertido e destemido sobre recomeços nessa fase da vida. Em particular na questão afetiva, já que os dois passaram décadas com o status de casados e, agora, vivenciam estar solteiros e anseiam por explorar seus desejos adormecidos. Algo um tanto quanto ousado para o gênero cinematográfico, já que em sua maioria as tramas retratadas com pessoas dessa idade constituem de personagens enfermos ou quase morrendo e, não despertos para ver a jornada com olhos curiosos e vivacidade para experimentar outras façanhas.

Por outro lado, o roteiro que se inicia engendrado em diálogos profundos sobre a intimidade da vida a dois e a sexualidade, enfraquece quando separa o casal e apresenta sequencias um tanto quanto superficiais como Darín se aventurando em um bar para conhecer uma estranha do aplicativo Tinder, ou Móran, após vivenciar um ato sexual casual, sair caminhando pela rua de vestido vermelho como se fosse uma campanha publicitária. 

Mesmo assim é inegável a química e o carisma de Ricardo Darín e Mercedes Móran, ambos em plenitude de suas capacidades interpretativas, o que contempla o espectador com performances sinceras e profundas de como encarar o corpo, o sexo, a morte, a solidão e o amor na fase de progressivo envelhecimento. Todos esses temas são nutridos de uma bela pitada de humor.
CineBliss **
#Filme visto no Festival do Rio 2018




Ficha técnica: 

Um amor inesperado (El amor menos pensado)
Argentina, 2018
Direção: Juan Vera 
Roteiro: Daniel Cúparo, Juan Vera
Produção:  Chino Darín, Christian Faillace, Federico Posternak, Juan Pablo Galli, Juan Vera, Ricardo Darín
Fotografia: Rodrigo Pulpeiro
Montagem: Pablo Barbieri Carrera
Elenco: Ricardo Darín, Mercedes Morán

Nenhum comentário:

Postar um comentário