quinta-feira, 3 de setembro de 2015

CineBlissEK faz uma lista de 10 filmes brasileiros para assistir no feriado da Independência



Na próxima segunda-feira 7 de setembro, sucede o feriado da Independência do Brasil, momento histórico do país pois celebra a emancipação das relações entre Portugal e Brasil ocorrida em 1822 na cidade de São Paulo. Para homenagear esse memorável fato da história brasileira, o CineBlissEK seleciona alguns filmes nacionais que tiveram destaque no meio cinematográfico, seja por premiações em festivais, boas arrecadações de bilheteria ou por terem representados aspectos importantes da cultura nacional. Vale a pena conferir cada um deles e aproveitar o feriado juntinho da sétima arte visto pelos olhares do povo brasileiro. 


Abril despedaçado 
Direção: Walter Salles, 2001
Elenco: Rodrigo Santoro, José Dumont, Ravi Ramos Lacerda


Em plena seca do sertão Nordestino vive os Breves, uma família composta de quatro pessoas que duelam por terras com uma família rival, esses embates ocasionam mortes de ambas as partes por gerações. Nessa rivalidade, o jovem Tonho (Rodrigo Santoro) recebe como missão vingar-se da morte do irmão, assim que realiza esse feito é condenado ao fim de sua vida. Ao sentir a presença do falecimento, Tonho começa a questionar o sentido de toda essa violência e conta com o apoio de seu irmão mais novo Pacu (Ravi Ramos Lacerda) para seguir o coração e quebrar com o ciclo de mortes.
Leia mais detalhes do filme em: Abril Despedaçado


Amarelo Manga
Direção: Cláudio Assis, 2002
Elenco: Matheus Nachtergaele, Dira Paes, Jonas Bloch, Chico Díaz, Leona Cavalli


No subúrbio da capital pernambucana situa-se diversos personagens atípicos que são conduzidos em suas histórias pessoais pelo lado selvagem e instintivo do ser humano. Cada uma dessas figuras, encontram-se regularmente no botequim de uma mulher amarga que costuma ser assediada pelos frequentadores. Esses heróis marginalizados e contraditórios seguem seus destinos à risca não importando com a crueldade ou violência.  



Carlota Joaquina, princesa do Brasil
Direção: Carla Camurati, 1995
Elenco: Marieta Severo, Marco Nanini, Marcos Palmeiras


O filme conta a história da jovem espanhola Carlota Joaquina (Marieta Severo) ao ser entregue para casar-se com o príncipe de Portugal Dom João (Marco Nanini). No casamento Carlota percebe que seu marido apenas pensa em comer e se decepciona com suas atitudes, dessa forma ela busca saciar seus desejos sexuais com vários amantes. Com o surgimento de Napoleão Bonaparte na Europa, o casal foge de Portugal com toda a corte para uma de suas colônias chamada Brasil. 


Central do Brasil
Direção: Walter Salles, 1998
Elenco: Fernanda Montenegro, Marília Pêra, Vinícius de Oliveira


Um dos filmes mais reconhecidos mundialmente, "Central do Brasil" narra a história de Dora (Fernanda Montenegro), uma mulher que escreve cartas para pessoas analfabetas e depois costuma jogá-las no lixo. Seu chamado a aventura surge na figura do menino Josué (Vinícius de Oliveira) que ao perder a mãe fica sozinho no mundo. Dora decide vender o garoto para traficantes de crianças, porém muda de ideia e decide ajudar Josué a encontrar o pai no sertão nordestino.  


Cidade de Deus
Direção: Fernando Meirelles e Kátia Lund, 2002
Elenco: Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino da Hora, Seu Jorge, Matheus Nachtergaele


Cidade de Deus conjunto habitacional carioca na década de 1960, torna-se o cenário para narrar a vida de dois garotos: Buscapé (Alexandre Rodrigues) e Dadinho/ Zé Pequeno (Leandro Firmino da Hora). Cada um segue destinos completamente diferentes, Dadinho transformar-se um dos maiores traficantes de droga da favela enquanto que Buscapé sonha em ser um fotógrafo. O último acaba sendo o narrador dos acontecimentos mais importantes da Cidade de Deus, as traições, mortes, festas e rivalidades de gangues.  



O bandido da luz vermelha
Direção: Rogério Sganzerla, 1968
Elenco: Paulo Vilaça, Helena Ignez, Luiz Linhares, Fagano Sobrinho,



O movimento cinematográfico brasileiro chamado de cinema marginal tem no filme "O bandido da luz vermelha" o seu maior exemplo. A história conta a jornada de um bandido que assalta casas de luxo em São Paulo. Em seus assaltos o malandro aterroriza os moradores locais e utiliza de uma lanterna vermelha para cometer seus crimes assim como costuma ter longas conversas com suas vítimas. 


O invasor
Direção: Beto Brant, 2001
Elenco: Marco Ricca, Alexandre Borges, Paulo Miklos, George Freire, Malu Mader


Há 15 anos, três amigos de faculdade Estevão (George Freire), Ivan (Marco Ricca) e Gilberto (Alexandre Borges) são sócios de uma construtora. No entanto, com um desentendimento Estevão decide abandonar a sociedade enquanto que os outros dois procuram mecanismos para resolver a situação. A dupla opta por mandar matar o amigo e contratam Anísio (Paulo Miklos). O matador tem outros planos além de assassinar Estevão e isso traz consequências para todos os envolvidos. 


Pixote, a lei do mais fraco
Direção: Hector Babenco, 1980
Elenco: Fernando Ramos da Silva, Marília Pêra,


O garoto Pixote (Fernando Ramos da Silva) aos seus 11 anos é encarcerado na Febem em São Paulo e nesse meio é apresentado a diferentes modos de tráfego de drogas, corrupção e violência. Ao conseguir fugir da instituição, Pixote junto de mais dois amigos se desloca para o Rio de Janeiro onde inicia-se num ciclo de brutalidade e assassinatos.



Terra em transe
Direção: Glauber Rocha, 1967
Elenco: Paulo Autran, Jardel Filho, Paulo Gracindo, José Lewgoy


Um dos clássicos do Cinema Novo, "Terra em Transe" narra a vida política de uma cidade fictícia chamada Eldorado. Neste local há três políticos querendo ascender ao poder, Porfírio Diaz (Paulo Autran) representando a direita, Dom Felipe Vieira (José Lewgoy) no lado populista e Julio Fuentes (Paulo Gracindo) responsável pelo império de comunicação. Em um bate papo entre o jornalista Paulo (Jardel Filho) e a militante Sara (Glauce Rocha), o primeiro reflete qual o melhor político para Eldorado.


Tropa de Elite
Direção:José Padilha, 2007
Elenco: Wagner Moura, Caio Junqueira, Maria Ribeiro, André Ramiro



Sucesso de público antes mesmo de estrear no cinema devido à cópias piratas, "Tropa de Elite" traz a telona o surgimento de um contraditório herói nacional na figura de um capitão do BOPE chamado Nascimento (Wagner Moura). O capitão utiliza de técnicas violentas para conseguir informações sobre traficantes de drogas no morro carioca. Por estar prestes a se tornar pai, Nascimento procura por um substituto, porém essa busca não é tão simples quanto parece, entre os candidatos encontram-se dois amigos de infância Neto (Caio Junqueira) e André (André Ramiro). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário