quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Comemoração ao meu aniversário com Pina


"Dance, dance otherwise we are lost" (Pina Bausch)

Pensei qual filme poderia representar a celebração de mais um ano de vida para mim, milhares de histórias cinematográficas vieram em minha cabeça, selecionei algumas contudo o que mais me tocou foi o visto recentemente "Pina" do Wim Wenders ao qual o diretor alemão faz um documentário/musical para Pina Bausch, uma das maiores coreógrafas que o mundo já conheceu.

O documentário lançado em  2011 no Festival de Berlim traz o conjunto Tanztheater Wuppertal com demonstrações de tirar o fôlego da arte da dança com imagens e coreografias impossíveis de não se emocionar. Alguns dançarinos relatam como era trabalhar com Pina e suas formas de buscar o melhor de cada um deles, outros preferem apenas ficar em silêncio e se expressarem com os movimentos. Cada um desses artistas mostram através da dança elementos como amor, dor, sofrimento, felicidade, perda, leveza, entre outros que foram característicos nos trabalhos de Pina.

Como muitos dos dançarinos descrevem, Pina estava sempre em busca do que os moviam, da profundidade de seus interiores, do que cada um carregava em suas almas e através desse sentimento representar com movimentos. 

No início do documentário à apresentação das quatro estações da natureza (primavera, verão, outono e inverno) com belíssimas coreografias, nada mais simbólico pois é justamente como nossas vidas são regidas quando aceitamos que para tudo há momento de recolhimento como no inverno ou de colher como na primavera, vemos a vida como ciclos, de vida-morte-vida.

Há dois momentos interessantes para qualquer brasileiro, o primeiro é a dança de um bailarino ao som de Caetano Veloso com "O Leaõzinho" e da dançarina brasileira Regina Advento que faz a homenagem a Pina falando em português e com movimentos de leveza.

O documentário além de ser imagem em movimento da dança também é uma celebração da vida, da experiência de se estar vivo, seja na dor ou seja no prazer.
CineBlissEK




Selecionei algumas cenas que para mim são lindas:






Curiosidades:

  • O documentário foi baseado em três trabalhos de Pina Bausch: Café Muller, Le Sacre du printemps e Vollmond
  • Pina Bausch morreu em 2009 e trabalhou por 35 anos na cidade de Wuppertal
  • Indicado ao Oscar de documentário em 2012

Ficha Técnica:

Pina (Pina)
2011,  Alemanha
Direção: Wim Wenders
Roteiro: Wim Wenders
Produção: Erwin M. Schmidt, Gian-Piero Ringel, Wim Wenders
Fotografia:  Hélèna Louvart

Nenhum comentário:

Postar um comentário